quarta-feira, outubro 18, 2006

Um grito de revolta...

Fiquei chocada quando na segunda feira, numa formação que estou a frequentar, ouvi comentários não muito agradáveis acerca dos educadores de infância. Na bem dita formação, que é sobre a sobredotação e estratégias de intervenção, foi dito que as crianças que saem do pré-escolar são indisciplinadas, ou seja, não tem regras, são irrequietas e destabilizadoras do normal funcionamento da sala de aula (estãos empre a pedir para ir fazer chichi, não se sentam á mesa,...). Uma das colegas ainda teve a audaz coragem de dizer que a filha quando andava no jardim de infância não realizava actividades (nem aguentava uma hora sentada a realizar trabalhos), só brincava e não tinha regras.
Pois aqui se faça ouvir a voz de uma educadora indignada!
Para quem tece comentários desta natureza muito naturalmente nunca entrou numa sala de jardim de infancia ou creche, pois se o fizesse iria constatar que nesse espaço existem regras e rotinas. É claro que a organização do tempo e do espaço é feito pelo educador e por cada educador na realidade educativa em está inserido. Essa organização está dependente do grupo de crianças, ou seja, dos interesses e das necessidades do grupo de crianças.
Suponho que no 1º ciclo também existam regras e rotinas pensadas e organizadas. Agora se o/a professor/a não tem a capacidade de organizar o seu espaço educativo , pois aí é um problema que ele mesmo tem de resolver e proponho que repense e avalie a sua prática pedagógica!

6 comentários:

OlgaMourato disse...

Mete "raiva" ouvir alguns comentários, enfim mentalidades deste país...

marta disse...

Ola Sara, passei por aqui e gostei do teu blog, vou voltar mais vezes.

É verdade...dá uma certa revolta sempre que ouvimos esses comentários.

Beijinhos

Sofia disse...

Infelizmente ainda ha muito essa forma de pensar!!É realmente indignante...cabe-nos a nós educadores darmos a conhecer o verdadeiro trabalho que exercemos!!!
Beijinhos sofia

Dreamlu disse...

Realmente não é nada agradável ouvirmos esse tipo de comentários.Penso que quem os tece revela muita ignorância...cabe-nos a nós esforçarmo-nos ao máximo para realizarmos um bom trabalho. Já se sabe que não podemos agradar a todos...

Beijokas

patricia disse...

oi sara,andava aki na net a fazer peskisas e achei o teu blog mto bm.sou a patricia frequento a ese de faro,ed.infancia,3ºano.achei mto bom os sites k deixaste no blog.eu inicei a minha prática pedagogica ha uma semana*boa sotre cm o teu trabalho

Susy disse...

Oi,
concordo que custa muito ouvir determinados comentários sobre aquilo que toca a Educação de Infância, mas não é só nas formações continuas que se ouvem esse tipo de comentários. Infelizmente também se ouvem na formação inicial, como é o meu caso!!! No entanto, tenho a dizer que nem todas as educadoras lembram-se de fazer a "ponte" com o 1° Ciclo e por vezes esta falta de profissionalismo de certas pessoas (como acontece nas outras profissões) faz com que todos os profissionais sejam carimbados com o mesmo rótulo!
Beijinho